Exames

radiologia em fortaleza

Mamografia Digital e Digitalizada


O estudo da mama através da mamografia tem como seu principal objetivo a detecção precoce do câncer mamário, o qual se apresenta como um problema de saúde pública mundial, devido sua incidência e mortalidade elevadas.

Os tumores detectados na fase pré-clinica tem maior chance de cura e são passíveis de tratamentos menos agressivos.

Quem deve fazer

Mulheres que queiram aderir aos programas de rastreamento para detecção precoce do câncer de mama ou aquelas que apresentem alguma alteração mamária ao exame clínico. Como regra geral o início dos programas de rastreamento gira em torno dos 35 aos 40 anos.

O que é

A mamografia nada mais é do que o estudo do tecido mamário através dos raios X. Hoje dispomos de tecnologias variadas para sua execução: convencional, Digital (DR) e Digitalizada (CR).

A realização do exame exige uma certa compressão do tecido mamário, por um curtíssimo período de tempo. Tal compressão é necessária para otimizar a imagem obtida nos estudos mamográficos: imobiliza a mama, reduz seu volume e espalha o tecido normal. No estudo padrão cada mama será examinada no mínimo em duas incidências.

Preparo para o exame

Preferencialmente o exame mamográfico deve ser realizado após o período menstrual, quando as glândulas mamárias ficam menos doloridas.

É recomendável não usar talcos, cremes ou outros produtos cosméticos nas mamas ou axilas, pois os mesmos podem gerar falsas imagens nos filmes.

É necessário apresentação de exames anteriores (mamográficos, ultra-sonográficos, e resultados de biópsias, bem como a solicitação médica que contenha a justificativa do pedido).

Mamografia Digital

A mamografia digital é um dos mais novos recursos tecnológicos utilizados para avaliação das mamas e suas patologias. Utilizando os princípios básicos da mamografia convencional, difere da mesma na captura e armazenamento das imagens.

Na mamografia digital os feixes de raios X que atravessam a mama são capturados por um detector eletrônico, convertendo em uma imagem digital que poderá ser processada computadorizadamente. Isto permite que cada etapa da aquisição, processamento e armazenamento de imagens possa ser trabalhada independentemente o que não é possível na mamografia convencional.

Vantagens

Além da redução do tempo de exame, diminuição da compressão das mamas e menor dose de radiação, a nova tecnologia digital permite a manipulação das imagens, como magnificação, alteração do brilho e contraste possibilitando assim reduzir o número de repetições em um único exame.

Já estar comprovado que esta nova tecnologia possibilita melhoria na detecção das lesões mamárias, sobretudo lesões pequenas em mamas densas.